A ação fisiológica da Ventosaterapia.

A Ventosaterapia atua, principalmente na limpeza do sangue, eliminando gases estagnados pelas trocas gasosas, mantendo assim o equilíbrio ácido-básico do sangue.

Compartilhar

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

A ação fisiológica da Ventosaterapia

A Ventosaterapia atua, principalmente na limpeza do sangue, eliminando gases estagnados pelas trocas gasosas, mantendo assim o equilíbrio ácido-básico do sangue. Essa troca gasosa feita pela ventosa é similar a hematose feita pelos pulmões, onde há a entrada de oxigênio pela diferença de pressão que é distribuído por todo corpo e com a remoção dos gás carbônico, elevando o PH. Além da troca gasosa, favorece o sistema imunológico.

Suas vantagens fisiológicas favorecem as trocas gasosas, aumenta a mobilidade dos líquidos corporais, aumenta o trofismo tissular, melhora a tonificação tissular e atua sobre gânglios linfáticos.

Correlacionando a fisiologia da ventosa com a fisiologia da circulação sanguínea observamos que a aplicação da ventosa incentiva a hematopoiese, que consiste no processo de formação, maturação e liberação no organismo das células sanguíneas.

Quando inserimos água no copo de ventosa provocamos o vácuo e observamos a formação de bolhas, isso comprova a qualidade de trocas gasosas na aplicação da ventosa.

A pressão negativa imposta pelo vácuo provoca a dilatação das arteríolas e veias facilitando a difusão do oxigênio ao longo das paredes dos capilares dos tecidos.

Veja Também

Fisioterapia

O uso de ventosas em dores na coluna (Parte II)

A lombalgia é considerada um problema de saúde pública que pode afetar qualquer pessoa. Cerca de 80% das pessoas sofrerão ao menos um episódio de