Teste de Laségue e Perna Estendida

Compartilhar

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Teste de Laségue e Perna Estendida

O Teste de Elevação da Perna Estendida (TEPE) (Straight Leg Lift) descrita por Lazar Lazarevic, em 1980, consiste na elevação do membro inferior com o joelho estendido, tendo como objetivo demonstrar a tensão do nervo ciático.

 

O teste de elevação da perna retificada é o mais significante teste para diagnóstico de hérnia discal lombar e avaliação da progressão desta condição. O Teste de Laségue (TL), publicado em 1881 por Forst, discípulo de Charles Laségue, é composto de duas etapas: primeiramente, realiza-se o TEPE, como apresentada por Lazarevic, seguida, então, pela flexão do quadril com o joelho fletido , diferenciando a dor ciática da dor da articulação coxo-femoral. Estas duas manobras, juntamente com a Elevação Estendida da Perna Contralateral (Cross-Leg ou well-Legg Sign) publicada por Fajerszajn, são algumas das mais conhecidas e utilizadas no nosso meio.

 

O teste de Laségue segue o mesmo raciocínio do teste da elevação do membro inferior, pois provoca um alongamento neural provocativo sobre os ramos nervosos que formam o nervo ciático (L5, S1, S2) os quais se encontram totalmente estiradas em uma flexão aproximada de 70º.

Referências: Coluna/Columna vol.11 no.1 São Paulo 2012

Veja Também