Tratamento das Disfunções da ATM é área pouco explorada por Fisioterapeutas.

Apesar da grande importância do Fisioterapeuta nas disfunções da ATM, a intervenção fisioterapêutica não é amplamente conhecida pelos profissionais e alunos em formação universitária.

Compartilhar

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Tratamento das Disfunções da ATM é área pouco explorada por Fisioterapeutas.

Apesar da grande importância do Fisioterapeuta nas disfunções da ATM, a intervenção fisioterapêutica não é amplamente conhecida pelos profissionais e alunos em formação universitária.

Estudos epidemiológicos estimam que 40% a 75% da população apresentem ao menos um sinal de DTM, como ruídos na ATM e 33%, pelo menos um sintoma, como dor na face ou na ATM.

Há ainda alguns autores que declaram ser “o mal do século”, pois devido ao aumento do estresse e demais alterações na saúde mental, há concomitante aumento das DTMs.

Para nós, fisioterapeutas, é muito comum recebermos pacientes com longo histórico de dor, estresse e sofrimento físico e emocional decorrentes da disfunção temporomandibular. É preciso ter critérios investigativo (de avaliação), persistência e enxergar o paciente como um todo, pois as comorbidades com outras dores crônicas são muito comuns. É fundamental estar atualizado e preparado para um exercício responsável e ético.

Os tratamentos são multidisciplinares, incluindo profissionais cirurgião dentista, fisioterapeuta, fonoaudióloga, psicóloga, além do cirurgião buco maxilo facial que é um profissional que contribui para o diagnóstico da disfunção.

As correlações posturais das DTMs com a região cervical são de grande importância para o planejamento do tratamento e a garantia da eficácia do tratamento para a resolutividade do caso.

É comum a busca desses pacientes por profissionais especializados e que atuem de forma global, tanto nos serviços de assistência particular como no serviço de assistência complementar. No serviço público, na área da fisioterapia, não há nada específico para o tratamento dessas desordens, geralmente consideradas crônicas.

Há um campo de trabalho aberto e com poucos profissionais fisioterapeutas (em comparação com demais áreas) que atendam a demanda. Porém, é preciso lembrar que a falta de profissionais está atrelada a formação do fisioterapeuta que aborda pouco os aspectos da intervenção nas desordens da ATM.

Patrocinado

Por este motivo, é importante buscar auxílio de escolas de educação continuada que ofereçam cursos práticos, que possam auxiliar o profissional a realizar um correto diagnóstico e intervenção fisioterapêutica.

Dra. Milene Regina Spinosa, é fisioterapeuta (CREFITO 3 42732-F), especializada em Fisiologia e Biomecânica e em desenvolvimento motor. Atua com as desordens da Articulação Temporo Mandibular. Docente do curso de “Fisioterapia nas Disfunções Temporo Mandibulares” do Centro Educacional Resportes.

Veja Também

Anatomia e Fisiologia

Parte II- A memória muscular

A memória é um processo em que a informação é codificada, armazenada e recuperada.  A memória relacionada a musculatura pode fazer com que em pessoas